Letras Não São Tretas: sugestões de leitura para a pequenada #1

Orelhas-de-borboleta-Sugestão-livros-infantis

Todos nós reconhecemos os benefícios de ler e a importância de criar hábitos de leitura nos nossos filhos desde o berço. Ao lermos para eles, para além de estarmos a fortalecer os laços que nos unem, estimulamos também a sua imaginação, a sua criatividade, apresentamos-lhes novas palavras que vão enriquecendo o seu vocabulário, estamos a treinar a sua capacidade de escuta e de concentração e a desenvolver o seu sentido crítico. A partir de um simples livro de imagens ou de uma pequena história são muitos os cenários que se podem imaginar e inúmeras as questões que podemos colocar e debater em conjunto.

Como se diz habitualmente, um leitor não nasce - faz-se, daí ser fundamental que os nossos filhos cresçam rodeados de livros, tendo ao mesmo alcance um livro, um boneco ou um puzzle. Lermos com frequência para eles, seja em casa ou na rua, durante um passeio ou numa ida às compras, ao acordar, ao serão ou ao deitar é parte do caminho andado para tornar a leitura uma rotina comum. Levá-los a conhecer as bibliotecas do local onde vivem, participar nos programas de leitura para crianças que se realizam por perto e visitar frequentemente os cantinhos destinados aos mais novos que as grandes livrarias têm à disposição são programas do agrado deles e ajudam a cultivar o gosto pelos livros. Mais importante ainda é que eles vejam os próprios pais a lerem livros e a darem mais descanso aos telemóveis, tablets e computadores (a não ser que os estejam a usar para lerem livros!), pois “nada é mais contagioso do que o exemplo”.

Os livros são, também, o presente perfeito. Quer se trate de um bebé, de uma criança (ou de um adulto), oferecer um livro é sempre uma boa opção. Quando alguém me pergunta o que é que gostaria que oferecessem às minhas filhas nos seus aniversários, por norma, sugiro sempre livros. Entre tanto brinquedo sofisticado (e caro!), gadgets e um universo de coisas inúteis mas que estão na moda, acreditamos que oferecer um bom livro, com ilustrações bonitas e uma história marcante tem, garantidamente, a capacidade de surpreender quem o recebe.

Como a literatura faz parte da nossa vida, como queremos transmitir o gosto pelos livros e o hábito de ler aos nossos filhos e como, nós próprias, recorremos constantemente a dicas sobre sugestões de leitura, decidimos criar, nesta nossa casa, um espaço dedicado aos livros onde iremos recomendar, todas as semanas, uma obra testada e aprovada pelos nossos pequenos leitores.

Sugestão de leitura #1 – Orelhas de Borboleta
Ler-com-para-crianças-sugestões

Este livro foi oferecido pela Sílvia à minha filha mais velha quando a irmã mais pequena nasceu, ficando bem registado na sua memória esse gesto. Talvez por esse motivo, no ano passado, quando frequentava o primeiro ano do primeiro ciclo e dava os primeiros passos na leitura, escolheu levar este livro para a escola para o ler, corajosamente, diante de todas as professoras e de todos os colegas numa sessão semanal destinada a promover os talentos dos alunos e em que a dança e a representação costumam reinar. No final do dia, vinha toda orgulhosa por ter conseguido ler a história toda e só ter gaguejado na palavra “revoluteiam” (“São orelhas que revoluteiam sobre a cabeça e pintam as coisas feias de mil cores.”). Uma outra coincidência engraçada é ter como melhor amiga uma menina com o mesmo nome da personagem principal - Mara!

Com ilustrações coloridas e originais, este livro permite uma leitura divertida ao mesmo tempo que nos leva a refletir sobre um tema profundo: a importância de darmos valor às nossas diferenças perante aqueles que as usam para fazerem troça de nós. A Mara é uma otimista e, de forma bastante criativa, considera como vantagens aquilo que os seus colegas lhe apontam como defeitos, quer seja numa meia rota ou nos sapatos velhos que usa.
Como-incentivar-a-leitura-crianças

A história permite abordar com as crianças valores como o respeito pelo outro e pela diversidade, a auto-estima e a confiança.

Se já conhecem ou se ficaram com curiosidade de conhecer, partilhem aqui as vossas experiências com este livro.

Sofia

Lá fora: o filme Para Gostar de Ler.

Livro: podem encontrá-lo aqui
Ilustração: daqui
SHARE:

2 comentários

  1. Ler... a importante tarefa de repor o número de leitores aos níveis de outrora, cabe a nossa geração (pais). Nao devemos esquecer que foi a nossa geração que quase acabou com essa forma de viajar, aprender, educar e tudo mais que um livro nos pode oferecer. Não me cabe a mim, nem este é o espaço indicado para dissecar o porquê desse fenômeno, mas o aparecimento da televisão que depois evoluiu para o cabo, a internet que cada vez está mais rápida e das demais evoluções tecnológicas que nos rouba tempo e foco para a leitura, parecem-me ser os principais causadores desse fenômeno. É aos pais que cabe o incentivo e a criação do hábito de leitura desde os tempos da barriguinha da mãe.
    Relativamente ao livro apresentado, não conheço mas ficou o bichinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida que cabe a nós, pais e mães, ainda mais do que aos educadores/professores, educar os nossos filhos para a leitura. Vamos lá pôr mãos à obra e inverter a tendência que está a tornar o hábito de ler livros uma raridade!

      Eliminar

© At Mums. All rights reserved.