Letras Não São Tretas: sugestões de leitura para a pequenada #5


Já todos sabemos que o contacto com a literatura estimula a imaginação e a criatividade, promove o desenvolvimento da memória, da linguagem e que, através das histórias de outros - as personagens - a criança vai aprendendo a lidar com as circunstâncias do seu próprio dia-a-dia. Mas será que isto significa que, para conseguir estes benefícios, a criança tem obrigatoriamente de ler a história? E se as crianças ouvirem a história?

Especialistas confirmam que ouvir histórias de outros nos ajuda a lidar com os nossos próprios problemas e é, por isso, que cada história pode ter um significado diferente para cada leitor/ouvinte, pois a forma como a interpretamos depende em grande medida da realidade de cada um de nós.

A sugestão que vos trazemos hoje é uma descoberta recente: o projeto Faz de Conto, um espaço onde se divulgam livros e contos infantis e através do qual podemos, ainda, ter acesso a histórias contadas pela mentora do projeto, a Sofia Correia. Das histórias que já se encontram disponíveis, fazem parte as Histórias pela Paz Mundial, uma playlist que surgiu a partir do movimento Storytelling for World Peace, que tem como objetivo unir pessoas a contar histórias pela paz no dia Internacional da Paz, a 21 de setembro. 


As histórias contadas ou os audiolivros podem ser uma ótima ferramenta complementar para aliciar os mais pequenos, sobretudo os mais avessos à leitura, para os livros e para as histórias que eles contêm.

Desde bebés, sem saber ler, as crianças vão-se habituando a ouvir as histórias pela boca dos pais, dos educadores ou de outros cuidadores. À medida que crescem e adquirem a competência da leitura, passam, desejavelmente, a fazê-lo por iniciativa própria. Ora, com os audiolivros, nós, pais, temos ao nosso dispor mais uma ferramenta para trabalharmos diferentes temas com os nossos filhos. 

Na nossa opinião, nada substitui o manuseamento do livro enquanto objeto, o virar das páginas e o admirar as ilustrações e criar, a partir delas, histórias paralelas. Contudo, acreditamos também que, o mais importante, é cativarmos para a leitura e ir variando a abordagem aos livros parece-nos uma ótima forma de de o fazer.

Aceitem mais esta nossa sugestão, chamem os vossos filhos, sentem-se todos confortavelmente e ouçam uma história.

Sílvia
SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

© At Mums. All rights reserved.